19/10/2015

A nova dieta - Os últimos dias

No laboratório, com o Reitor e os eurodeputados.

No fim da aula de Yoga com gatos.

Foram uma desgraça... Na sexta-feira tivemos uma visita de alguns eurodeputados à universidade, o que envolveu coffee breaks com bolos e almoço volante com muita comida. Eu e as minhas alunas enfardámos de tal maneira que a meio da tarde acabámos o trabalho e fomos para casa...

No sábado fiz mais uma aula solidária de yoga  com gatos, que correu muito bem, mas cheguei a casa e enchi-me de camarões e queijo. No domingo, almoço de família; queria peixe grelhado, mas como demorava algum tempo, optei pelo bacalhau com natas, que era prato do dia. À noite, acabei os camarões e o queijo. Resultado, esta manhã, com o sistema digestivo ainda cheio, pesava 56,2 kg.

Ao longo da última semana percebi que tenho que saber exatamente o que é que vou comer durante o dia. Tenho que trazer comida para o trabalho e fazer planos para o almoço. Caso contrário, cometo erros... como pães com chouriço a meio da manhã, almoços cheios de hidratos de carbono... 

Mas vamos ver como corre esta semana. Não trouxe fruta a pensar que tinha fruta aqui no gabinete, mas afinal não tenho... Só comi uma clementina ao pequeno-almoço, porque acordei mais tarde e não tinah fome, e um ovo cozido agora (ainda não são 10 horas). Só vou almoçar depois das 13h e não tenho nada para comer!! Isto tem MESMO que ser bem planeado... já estou a ver-me a comer um pão com chouriço daqui a pouco... enfim... Dieta durante as férias foi muito mais fácil!!



>>>>>

Gostaste deste post? Podes partilhá-lo usando os botões abaixo.
Não queres perder outros posts? Subscreve as actualizações do blog usando uma das opções da barra lateral.
Obrigada!!

3 comentários:

  1. Minha querida Rita. eu também já fui assim, um pouco desorganizada com a comida. Mas aos poucos fui mudando e só ganhei com isso.
    Como eu já dei conta de que é uma pessoa inteligente e focada nas coisas, tenho a certeza que bastará alguns dias de treino e conseguirá impor algumas regras na alimentação. Devo dizer-lhe que já pesei 61 kg e devo ser mais baixa que a Rita (meço 1,54cm) e desde que fiz refeições completas e organizadas previamente,desci aos 50 kg e aqui permaneço há alguns anos.
    Convido-a a visitar o meu blogue e este post em particular: http://umavidacomsentido.blogspot.pt/2015/08/marmita-o-que-levar-para-o-trabalho.html
    Um beijinho.
    Com força de vontade (e eu sei que tem) chega lá. Não faça dietas radicais nem que fujam muito dos seu hábitos. Estou aqui para ajudar.
    Manuela Santos

    ResponderEliminar
  2. Olá,
    Não sei se poderei dizer que estou a fazer dieta mas estou a fazer uma reeducação alimentar para perder peso e até agora está a correr bem.

    O maior "segredo" são 4 coisas em concreto, 1) ter sempre à mão alimentos permitidos e de fácil preparação, por exemplo, como papas de aveia ao pequeno-almoço, coloco a aveia e os restantes ingredientes de véspera num recipiente dentro do frigorífico e depois de manhã é só aquecer ou comer a gosto (há quem coma com iogurte logo come-as frias), 2) de preparação rápida e sem grande complicação, 3) cozinhar in-bulk, eu como arroz/massa integral em algumas refeições, então cozo para acompanhar várias refeições nessa semana e não só para uma, faço o mesmo com os ovos, os espinafres, os brócolos, ou por exemplo, cozo/asso/estufo peitos de frango, em vez de cozinhar a carne só para essa refeição acrescento mais meia ou até uma porção, então como frango assado, omelete de frango, sandes de pão integral com frango e sopa, quem diz frango pode ser com outra proteína qualquer à escolha. Não ando a comer frango uma semana inteira atenção, muitas vezes faço a mais desfio o frango, congelo e uso na omolete na semana seguinte, 4) beber muita água e chá (eu de Inverno gosto mais do chá que água, chego a beber 2 litros) ajuda a saciar.

    Que corra tudo pelo melhor.
    Cumprimentos.

    ResponderEliminar
  3. Olá Rita,

    Há vários anos que sigo o teu blog e acho que raramente comentei, mas neste post tem de ser. Por cá também é preciso perder uns quantos quilos (20 para ser mais precisa!), mas a força de vontade e a motivação estão sempre tão em baixo... Ver e ler relatos inspiradores, mesmo que com dificuldades no caminho faz-me pensar 'eu também consigo!' Vamos lá ver se é desta :)
    Li o comentário da Andresa e acho que as 4 ideias são muito importantes para conseguir manter a motivação e não perder o foco!
    Também queria dizer-te que acho o máximo a ideia do yoga com gatos :) um dia destes vi um artigo sobre doga (dog yoga) e lembrei-me de ti!

    Tudo de bom para ti*

    ResponderEliminar

Obrigada pelo comentário!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...