30/10/2014

A minha história com a televisão

Não ver televisão ou até não ter televisão é um paradigma do minimalismo, da simplicidade, de um estilo de vida intencional e saudável. A televisão não é nenhum bicho papão, mas a verdade é que nos faz perder tempo... muito tempo. Cá em casa já passámos de 4 televisões para 1 e se eu vivesse sozinha, contentava-me com nenhuma. Mas como ainda tenho uma televisão em casa com tv cabo, há dias em em simplesmente me perco nela. E outros dias em que nem olho para ela. Qual é a diferença?

Ontem foi um dia de televisão. Cheguei a casa por volta das 6 da tarde. Enquanto um dos miúdos estava a fazer os TPCs, liguei a televisão para ver um episódio do Private Practice (apesar de já ter visto todos os episódios das 6 temporadas). Como o J. e o outro miúdo não estavam em casa, fui pôr o jantar a fazer. Enquanto isso, comecei a ver um episódio do House (que também já tinha visto). Fiz pausas ocasionais para ver o jantar e depois do jantar pronto, levei o meu prato para a sala para comer em frente à televisão. Quando o J. chegou, jantou com os miúdos na cozinha, enquanto eu via mais outro episódio do House. Nesta altura a inércia já era tão grande que sair do sofá era um grande esforço.

Depois do jantar os homens foram fazer-me companhia no sofá, enquanto eu continuava a ver o House. Um dos miúdos agarrado à consola de jogos, o outro ao telemóvel e o J. também agarrado ao telemóvel. Chegou a hora dos miúdos irem para a cama e eu continuei sentada no sofá a ver o quarto ou o quinto episódio do House (entretanto perdi a conta). Ainda vi uma parte do Grey's Anatomy e depois fui para a cama. Estava cansada de tantas horas sentada no sofá a ver televisão e por isso nem li um pouco antes de apagar a luz. 

Quando não me sento em frente à televisão, os dias são muito diferentes. Chego a casa e, dependendo da disposição, ou faço um pouco de yoga ou limpo alguma coisa em casa. Depois, preparo a roupa para o dia seguinte e relembro aos meus filhos para verificarem e arrumarem as mochilas para o dia seguinte. Dou uma arrumadela à casa e depois jantamos todos juntos e conversamos. 

Às vezes jogamos jogos depois do jantar ou os miúdos brincam ou vêm um bocadinho de televisão. Por vezes faço yoga com eles antes de irem dormir e conto-lhes histórias sobre o Buda ou as divindades indianas. Depois, aproveito para estudar um bocadinho, não mais de 1 hora, e faço um pouco de yoga e/ou meditação antes de ir para a cama. Na cama, leio. E adormeço a pensar que este foi um bom dia.

Estão a ver a diferença?


>>>>>

Gostaste deste post? Podes partilhá-lo usando os botões abaixo.
Não queres perder outros posts? Subscreve as actualizações do blog usando uma das opções da barra lateral.
Podes também {subscrever a newsletter} e receber de oferta dois ebooks sobre organização e simplificação! Podes ainda dar uma olhadela ao meu mini-curso {Como acordar cedo e ter uma manhã serena}!
Obrigada!!

35 comentários:

  1. Vejo a diferença e percebo-te perfeitamente! Comigo acontece o mesmo! Por isso tento fugir da tv durante a semana ou às vezes mesmo ao fds, quando sei que tenho coisas para fazer. Só me permito ver tv quando quero mesmo não fazer nada!
    De qualquer das formas tento sempre só ver programas específicos e não ficar ali a fazer zapping. Se é para ver então que seja para ver algo que gosto mesmo muito e que vale a pena, mas isso também já fazes.
    Beijinho*

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu não faço zapping, também só vejo séries que gosto e muitas vezes aproveito para passar a ferro ao mesmo tempo... Assim já não me parece tempo perdido...

      Eliminar
  2. hoje senti-me menos mal....obrigado
    contudo devo dizer que não tenho tv desde Março, ou Fevereiro?....e ainda choro os dias que passei assim. o problema agora chama-se net e é mais difícil de eliminar porque começo por trabalho e perco-me em montes de outras coisas....enfim. Um dia de cada vez!

    ResponderEliminar
  3. Sou da mesma opinião. Desde que saí de casa dos meus pais, escolhi não ter televisão nem internet em casa. Não me fazem falta nenhuma. As pessoas acham estranho, porque não imaginam a vida delas sem TV. Mas quando chego a casa saio à rua, cozinho, faço tarefas domésticas, leio, pratico Yoga ou estou com amigos. Sobra-me tempo para outras coisas. E é bom não ver notícias :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu também não vejo noticias... é mesmo só séries e só algumas!

      Eliminar
  4. Infelizmente a televisão rouba muito tempo. Eu ainda tenho televisão apenas por causa do meu marido, que não gosta de assistir suas séries no computador. Mesmo assim, ainda bem que reduzimos muito nosso tempo em frente a tv.

    ResponderEliminar
  5. Infelizmente televisão rouba muito tempo, mas ainda bem que em minha casa conseguimos reduzir muito o tempo gasto com ela. Ainda mais que agora estamos ocupados com coisas mais importantes e com nosso curso.

    ResponderEliminar
  6. Eu sou igualzinha a ti. Praticamente não vejo tv tambem, e SÓ vejo gravações automáticas da MEO pois não tenho paciencia para ver anuncios e por isso com o episodio gravado é só fazer forward e passar as publicidades à frente. Mas tem dias que preciso parar, não são muitos, talvez aconteça uma ou duas vezes por mês no máximo (a sério) e nesses dias sou capaz de ver os episódios todos seguidos do Friends (essa foi a última...). Porque afinal só quero me apagar e fugir um pouco do mundo real...criar meu mundinho e não lidar com o resto... sabe bem de vez em quando. Mas de vez em quando mesmo =) Também passo muitos dias por mês sem sequer ligar a televisão :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu também vejo tudo gravado, não há paciência para tanta publicidade...

      Eliminar
  7. Verdade,a internet também toma muito o tempo,dificil sair e se desligar dessa tecnologia,mas não impossivel

    ResponderEliminar
  8. O meu problema não é a tv, é o pc...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O pc tb é o meu maior problema... dias destes em que me deixo consumir pela tv acontecem raramente, felizmente...

      Eliminar
  9. Tou na mesma do anônimo das 16:15, internet sequestra todo o meu tempo. Passo semanas sem tv, mas raramente passo 1 dia sem internet. :(

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu também sou muito mais viciada em internet que em tv, mas estou a melhorar...

      Eliminar
  10. como é que consegues escolher ter dois dias tão diferentes? Sendo o dia sem televisão mil vezes mais agradável, como é que te deixas consumir taaaaaanto pela televisão? Da próxima vê só um episódio e um que ainda não tenhas visto :P

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não sei, talvez porque não sou perfeita...

      Eliminar
  11. É por "isto" que eu adoro este blog...
    Abraço do Porto
    São

    ResponderEliminar
  12. all the difference in the world... giving up cable TV, I started watchin much much less... en then when I moved to Mocnton and put the one television in my son'S huge room with limited access to it, I started wtaching it even less... probably 45-60 minutes a day on average.... and maybe an extra movie on the week end... but there is no commercials since we use Netflix and it makes a huge difference! Also the television is in my son's room because of the PS4 which he is not allowed to use on school days and only limited hours on non-school days! I am just like you... I would be alone, that "box" would not even be in my home at all!!!! It'S a question of time...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. My german PhD supervisor once told me that they had to buy a tv because their kids' friends thought they were too weird for not having a tv at home... It's funny! For now I'm glad we downsized from 4 tv sets to one! But yes, I'd love to be tv free! Maybe someday...

      Eliminar
  13. Eu nunca liguei muito à televisão...mas nestas últimas semanas tenho andado a procrastinar muito e tenho reparado que perco algum do meu tempo a olhar para a televisão. Mas com força de vontade isto vai mudar...
    É bom ler posts assim para nos lembramos do que é realmente importante...e a televisão não é nada importante para mim...preferia até não ter!

    ResponderEliminar
  14. Carlos Drummond de Andrade (vc vai gostar dele) fala que a vida necessita de pausas. Permita-se um dia de tv. Não é pecado. Ou discuta com a família a proposta de desligar a tv por 1 mês e veja o que falam. Sem forçar, apenas uma proposta...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Cintia, não sei se me fiz compreender no texto. Eu não sou viciada em tv e passo muitos dias sem olhar para ela. A tv está muitas vezes desligada cá em casa. O que eu quis mostrar no texto foi a diferença entre um serão de televisão e um serão sem televisão.

      Eliminar
    2. Rita, gosto muito dos seus textos. Permita-me apenas uma observação, com todo o respeito: suas respostas aos comentários deste post me pareceram defensivas sem necessidade. Já peço desculpas por antecipação caso se sinta ofendida, apenas quis compartilhar minha impressão.

      Eliminar
    3. Olá caro anónimo! Não me sinto ofendida, mas deixe-me dizer-lhe que está enganado/a e não percebo onde é que foi buscar essa impressão...
      A maioria das minhas respostas são de concordância e identificação com os comentários, por isso não vejo como é que isso é defensivo. A resposta à Cintia, onde colocou o seu comentário, é uma explicação, pois fiquei com a sensação que a leitora não compreendeu o meu texto. E a resposta ao seu comentário também não é defensiva, é explicativa.
      Mas claro que fico com pena quando os leitores não compreendem o que eu escrevo, o que provavelmente é culpa minha... ou se calhar são os leitores que lêem os meus textos na diagonal, não os compreendem e depois fazem comentários desnecessários...

      Eliminar
    4. Olá, Rita. Desculpe então pela má interpretação. Fique tranquila que ela não é culpa sua, pois seus textos são ótimos.

      Eliminar
  15. Compreendo perfeitamente Rita :)! Sabes, aqui em casa somos os "weirds"... Temos uma televisão do tamanho de um monitor de um portátil (para aí 17 pol) que está colocada do lado da sala onde nem sequer ligação à antena tem!!! Televisão não vemos, absolutamente nenhuma. Notícias lemos todos os dias e basta-nos. Filmes e séries de vez em quando escolhidos a dedo. Até com o pc sinto que preciso de ter cuidado, senão tenho a sensação que em vez de ganhar e descansar, perco imenso tempo e paciência... Sinto que ganho muito mais em fazer meditação e ler na cama. Aí sim, durmo tranquila e feliz com o meu dia :)!

    ResponderEliminar
  16. Olá Rita! Realmente a tv consegue ter um poder hipnotizador, tal como a internet! Felizmente já não vejo muita tv actualmente. Quando estou a fazer o jantar gosto de ter música, então até ter um rádio na cozinha, ligo a tv na VH1 mas não olho pra ela sequer, é só mesmo para ouvir musica. Depois ao jantar vemos Ridicolousness ou séries do AXN...à noite não ligamos muito a tv, felizmente, mas é aí que a malvada da internet entra...temos de começar a conter-nos no tempo que passamos lá! Eu especialmente, gostaria de passar esse bocadinho a ler...hei-de lá chegar :)

    ResponderEliminar
  17. No entanto, o comentário sobre o Drumond de Andrade apenas lhe diz que passar um dia em frente à televisão não é pecado, é uma pausa, uma quebra na rotina, que deve abraçar e não denegrir como se se tivesse deixado levar pelo lado negro do Universo! Não faz qualquer alusão a que seja viciada em televisão. Tem que ler as palavras com cuidado e percebê-las no seu contexto literário, não no contexto da sua ideia pré definida.
    Pessoalmente, não vejo televisão, porque não tenho. Não ando a deitar fora televisões, nem penso que serões televisivos sejam improdutivos. Apenas não tenho porque nunca senti falta de ter.
    E não é bom ter uns anónimos para refilar e responder já com mostarda a chegar ao nariz?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Interpretações diferentes. No entanto, no meu caso, passar um dia sem televisão não é uma quebra na rotina - passar um dia em frente à televisão é que é uma quebra na rotina. E acho que foi esta parte que eu expliquei mal ou os alguns leitores não perceberam. E se os leitores interpretam à sua maneira o que eu escrevo, eu também tenho esse direito, ou não? Ou só eu é que tenho que ler as palavras com cuidado? E os leitores podem ler na diagonal, enviar comentários absurdos (não é o caso deste post, estou a generalizar) e eu tenho que ler e calar? E o mais engraçada é que, como diz, são sempre anónimos... Ah, e não tenho nenhuma mostarda no nariz, já me deixei disso há muito tempo. Apenas fico triste porque a minha mensagem não foi compreendida... e interrogo-me se valerá a pena perder tempo com este tipo de comunicação que tanto ruído tem...

      Eliminar
  18. A televisão tem a capacidade de nos fazer esquecer da nossa vida, que continua a acontecer para além da caixinha que temos à nossa frente. Eu não tenho por hábito ver televisão: tive de ver televisão a mais durante o curso (estudei jornalismo) e, depois de perceber o efeito da televisão, de uma maneira mais teórica, no nosso cérebro, e de perceber que existem milhares de artimanhas para nos prenderem à TV, acabei por criar uma aversão àquilo. Agora ainda vivo na casa da minha mãe, mas, assim que tiver uma casa minha, de certeza que uma televisão não vai fazer parte da decoração da casa.

    Mas consigo compreender aquilo de que falas no final do texto. Isto porque passo horas ao computador. É certo que muitas dessas horas são produtivas, mas há outras que é a completa procrastinação. É algo que quero muito mudar no meu dia-a-dia.

    Posto isto, decidi comentar porque gosto muito de ler o teu blogue. É uma inspiração para mim! :)

    ResponderEliminar
  19. A dada altura percebi que andava demasiado viciada em tv; por isso actualmente durante a semana simplesmente não vejo tv. Limitei o meu acesso a ela ao sabado a tarde, ou ao domingo demanha. Domingo a tarde, apenas para ver um filme com o namorado.
    E acredita... sou bem mais feliz assim e faço muitaaaaas mais coisas :D

    ResponderEliminar
  20. Ótimo relato! No meu caso as séries e novelas em inglês e espanhol estão me ajudando muito a compreender cada vez mais e melhor esses idiomas, então eu encaro mais como um momento de aprendizado do que como uma distração, mas em português não assisto quase nada mais e sem dúvida aproveito muito melhor o tempo.

    ResponderEliminar
  21. Olá, Rita, sou do Brasil e conheci seu blog recentemente, tenho a mesma sensação em relação à televisão, tem dias que eu nem a ligo para poder aproveitar melhor o tempo que estou em casa. A TV não é ruim, mas ficar um tempão parada assistindo algo me dá a impressão de desperdício.

    ResponderEliminar

Obrigada pelo comentário!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...