23/03/2013

Limpeza verde

O minimalismo anda de mãos dadas com o ambiente. Ao ter apenas aquilo de que precisa, o minimalista ocupa menos espaço na Terra e produz menos lixo - o minimalista tem, portanto, uma pegada ecológica menor.

Muitas das alterações que fiz quando decidi viver um estilo de vida minimalista contribuiram de forma significativa para melhorar o ambiente à minha volta. Apurei a minha consciência ambiental e comecei a preocupar-me seriamente com a minha pegada no planeta. Afinal, só temos este planeta para viver e, da mesma forma que nos preocupamos com a limpeza da nossa casa, devemos preocuparmo-nos ainda mais com este grande lar que nos dá todos os recursos de que precisamos para viver.

Uma das mudanças mais fáceis de implementar em direcção a uma vida mais verde é nos produtos de limpeza que usamos em casa. Com tantos produtos naturais que podemos usar nas limpezas, não faz sentido continuar a consumir produtos carregados de químicos que, além de nos poderem fazer mal, prejudicam o ambiente. Adicionalmente, os produtos naturais ficam muito mais baratos e, como não são tóxicos, podem ser manipulados por qualquer pessoa - incluindo as crianças, sendo portanto uma excelente maneira de as envolver nas tarefas domésticas.

Sendo minimalista, não quero usar um produto para cada coisa. Mesmo naturais e caseiros, não quero ter um spray para as bancadas da cozinha, uma mistura para o lava-louças, um desinfectante para a casa de banho... Quero usar o mínimo de produtos possível para uma limpeza rápida e eficaz. O vinagre é o meu maior aliado. Também uso bicarbonato de sódio para limpezas mais profundas.

Os produtos que uso actualmente na limpeza da casa são estes:

Para limpeza da cozinha, casa de banho e alguns móveis - spray multiusos de vinagre

Mistura de água e vinagre em partes iguais. Faço em frascos de spray de 1 L e adiciono uma colher de chá de detergente da louça e, por vezes, umas gotas de óleo essencial (gosto do óleo de laranja doce pois além de cheirar bem, é dos mais baratos).
Tenho frascos com esta mistura na cozinha e casas de banho. Na cozinha limpo as bancadas, fogão, frigorífico, mesa, móveis e até azulejos com este produto. Na casa de banho também o uso para limpar tudo. Esta mistura é óptima para as limpezas diárias; para limpezas mais profundas, sobretudo na casa de banho, adiciono outros produtos, como bicarbonato de sódio.
Também limpo os móveis pintados de branco e os de melamina com esta mistura; já usei uma mistura com menos vinagre para os móveis, por precaução, visto o vinagre ser ligeiramente abrasivo, mas esta fórmula com mais vinagre não dá problemas.
Também limpo os interruptores da luz e muitas outras coisas com esta mistura. 
Para limpar alguma coisa mais suja, posso usar vinagre puro.

Para limpeza de vidros e espelhos - água, vinagre e álcool

Num frasco de spray misturo 1 chávena de água destilada, um quarto de chávena de vinagre e 1,5 colher de chá de álcool etílico.

Para limpeza profunda da sanita, lavatório, banheira, lava-louça, etc - bicarbonato de sódio e vinagre

Para limpezas mais profundas na cozinha e casas de banho, deito bicarbonato de sódio e depois borrifo com vinagre puro. Passados uns 10 minutos esfrego bem e passo água quente (ou puxo o autoclismo no caso da sanita). Para o exterior da sanita, assento e autoclismo, uso o multisusos de vinagre. E confesso, às vezes uso lixívia nas sanitas...

Para limpeza de móveis de madeira - limão e azeite

Ao sumo de meio limão junto uma colher de sopa de azeite; depois de bem misturado, limpo os móveis de madeira com um pano bem limpo. Podem também adicionar-se umas gotas de óleo essencial de limão à mistura. Este produto aguenta uns dias no frigorífico, mas eu faço de fresco de cada vez que uso.

Para limpeza das paredes pintadas - água e vinagre

Quem tem crianças e animais de certeza que sofre como eu com as paredes da casa cheias de dedadas, patinhas, desenhos... Os meus filhos já não pintam as paredes, mas ainda lá deixam dedadas e pegadas, assim como os gatos. Aprendi com a experiência que, se é para pintar as paredes, mais vale usar uma boa tinta de uma boa marca, que possa ser lavada e não saia. Estas tintas são obviamente muito mais caras que muitas outras, mas a médio-longo prazo, valem a pena. É um desespero tentar tirar dedadas à volta dos interruptores e vir a tinta da parede atrás...
O que faço para tirar dedadas e pegadas e outras nódoas que se vão instalando nas paredes pintadas é simplesmente esfregar com um pano bem limpo, molhado em água quente e um pouco de vinagre.

Para lavar a roupa - bórax, carbonato de sódio e sabão azul

Receita aqui. Confesso que não uso este detergente para a roupa desde que parti o pé o ano passado, mas tenho que começar a usá-lo novamente...

Para lavar o chão de madeira e mosaicos - água quente e vinagre

Para lavar o chão de toda a casa, encho meio balde com água quente, junto uma chávena de vinagre e umas gotas de detergente da louça. Infelizmente, continuo a esfregar as juntas dos mosaicos com o produto horrível que falei aqui, mas só quando o vinagre puro não funciona...


Como vêem, a maior parte da casa pode ser limpa com vinagre, a versão diluída para limpezas mais simples e a versão pura para limpezas mais profundas. Para estas limpezas mais profundas pode juntar-se bicarbonato de sódio ao vinagre puro; umas gotas de sumo de limão no bicarbonato de sódio também fazem maravilhas. O vinagre e bicarbonato de sódio em partes iguais também podem ser usados nos canos, deixando repousar, esfregando depois com uma escova de dentes velha e terminando com água a ferver. O vinagre só não deve ser usado em pedras naturais como o mármore, visto que o vinagre é um ácido e os ácidos são corrosivos.

Uso também sal grosso nos tachos, para desincrustar a comida queimada, e bicarbonato de sódio para absorver odores, por exemplo, dentro do frigorífico ou junto do balde do lixo. As cascas de laranja e de limão também servem de ambientadores, mas o meu produto preferido para dar cheiro à casa é o incenso. Queimo pelo menos um pauzinho de incenso por dia e quanto mais intenso o cheiro, melhor! E além de cheirar bem, o incenso tem um efeito super relaxante... 

E vocês, que produtos naturais usam para limpar a casa?

27 comentários:

  1. Concordo que hajam muitas vantagens na utilização de produtos caseiros de limpeza, eu própria uso sempre que posso.
    Talvez a única desvantagem seja o cheiro, quando se utiliza o vinagre como ingrediente de limpeza.
    Uso também o limão para a limpeza do microondas:)

    Bom fim de semana!

    ResponderEliminar
  2. Olá Rita
    Continuo seguidora assídua do teu blog, embora raramente comente!
    Ainda não encontrei o carbonato de sódio à venda.
    Se conseguires encontrar à venda em Faro ou online avisa.
    Já lei o blog talvez há certa de 1 ano, mas só agora me decidi iniciar o destralhamento e a vida minimalista.
    Ainda há muito para fazer. Mas agora já posso dizer que estou no caminho.
    Como tenho sido sempre desorganizada e acumuladora... custa-me assumir-me já como minimalista. Por isso, assumi que vou deitar fora 3 objetos por dia, como li num blog de destralhar. Esta tarefa consegui implementar no meu dia-a-dia, pois é assim um "vá passo a passo", sem grandes pressas nem compromissos...
    Grata pelas tuas partilhas.
    Tens sido uma fonte de inspiração.
    E.. já me esquecia... Obrigada por escreveres em Portugues!
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  3. Fantástico. Hoje foi dia de limpezas cá em casa... Liguei o pc e cá estava este post. Partilhando um pouco, já aderi ao vinagre à uns tempos, cada vez estou mais rendida e satisfeita. Fiz à uns dias uma mistura com vinagre, bicarbonato de sódio e água e começou a fazer efervescência e a sair para fora do frasco, fiquei um pouco receosa até, mas depois passou e ali está no vaporizador. Rita, terei feito alguma asneira? Em relação ao detergente para a roupa, vai ser a minha próxima etapa, terei de acabar um resto que tenho que comprei no supermercado e entretanto reunir o material e a partir daqui será feito por mim com a tua receita. Tinha a dúvida se dava para a roupa de cor, mas já li num comentário teu que sim. Outra coisa que gostava de saber é o que posso usar para substituir a lixívia (a que chamam de delicada) em roupa de cor, por exemplo toalhas, panos da cozinha e ás vezes colarinhos de camisas. Terei ainda de descobrir como faço detergente em pó para a máquina da loiça (a minha diz no manual para utilizar apenas detergente em pó...) Já falta pouco para deixar de ter produtos tóxicos cá em casa :) Sou grata pelas tuas partilhas, bem haja e já agora uma boa Páscoa :)
    Paula Sereno

    ResponderEliminar
  4. confesso q qto aos produtos continuo a utilizar muito os "quimicos", se bem q utilizo limao e vinagre dependo do que for para limpar. acho q e um passo que darei no futuro

    ResponderEliminar
  5. Paulina Reys23/03/13, 20:30

    Oí Rita!
    Já uso há algum tempo o vinagre nalgumas limpezas. Nas madeiras uso azeite e vinagre em vez de limão mas o efeito deve ser o mesmo. Quanto ao WC fiz uma mistura concentrada de sabão rosa ralado derretido em água quente. Deixar arrefecer e envasilhar. Resulta bem nas louças, ficam brilhantes sem manchas de calcário. Não serve no entanto para as torneiras; essas são limpas com um pano embebido em álcool.
    Bom FdS, bjs

    ResponderEliminar
  6. Uma dúvida: O vinagre para a limpeza pode ser o de álcool?
    Abços.

    Elaine

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Elaine, eu nem sei o que é vinagre de álcool... Eu uso o normal, vinagre de vinho branco

      Eliminar
  7. outra dúvida quanto ao vinagre. onde/como compram o vinagre para as limpezas? já me disseram que há drogarias e lojas tipo de bricolage que vendem garrafões de 5 litros. alguém tem alguma dica ou compram no supermercado as garrafinhas no máximo com um litro?
    bom trabalho
    paula

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu compro as garrafas de 1 L no supermercado

      Eliminar
  8. Em lisboa no
    Rossio vendem carbonato de sodio na farmacia.
    Qunato ao detergente da maq. Lavar loica basta 3 limões ( sumo e cascas partidas) ferver com vinagre e sal e triturar tudo com a varinha magica. Pode-se juntar bicarbonato de sódio ( atencao a eferverscencia). A loica fica lavada com optimo cheiro, ficando os copos apenas um ouco baços!

    ResponderEliminar
  9. Olá Rita, obrigada pelo update sobre os produtos de limpeza. Eu uso o vinagre mas confesso que só na cozinha. Na casa de banho uso cif , lixívia e por vezes aqueles para a sanita tipo harpic (mea culpa). Tenho sempre a impressão que sem lixívia não vai ficar suficientemente limpo. Mas tenho evitado e alguns muito a compra de outros produtos que comprava antigamente e que acho que são um desperdício de dinheiro e perigosos para a saúde. Estou tentada a começar a limpar também o chão com vinagre. Só estou na dúvida pelo cheiro e também porque tenho que arranjar um vinagre mais baratinho. Tenho usado o de sidra do pingo doce (dá para tudo, comer e limpeza) mas queria arranjar um corrente mais baratinho para a limpeza. Qual é que usas?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. vinagre de vinho branco. Já usei o de cidra no cabelo.

      Eliminar
  10. Rita,bom dia! Sou do Brasil e aqui achamos o carbonato de sódio facilmente em casas de produto para manutenção de piscinas- chamam de barrilha leve.
    Vou fazer o sabão líquido pela primeira vez esta semana e queria saber se posso usar em vez de sabão em barra, simplesmente o sabão em pó.
    Queria agradecer pois teu blog tem me ajudado muito. Priscilla Mori.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada pela dica, Priscilla! tb sou do Brasil ;)

      Eliminar
  11. Tenho muito que melhorar neste ponto. Uso produtos industrializados mesmo. O que faço para poluir menos:
    - limpo muitas coisas com vinagre. Mesa e armários de cozinha, piso de madeira laminada, espelhos, enfim faz o papel daqueles produtos multi-uso. E para Elaine: pode ser o de álcool sim, que é mais barato. Aliás, o álcool tb pode ser utilizado para as mesmas finalidades que o vinagre, e com ótimo poder de desinfecção.
    - uso sempre apenas a quantidade necessária dos produtos. Não é a espuma que tira a sujeira... E reaproveito o possível: a água de sabão da máquina de lavar recolhe-se num balde, e já vai lavar o chão da área de serviço (temos que lavar todos os dias, por causa da cachorrinha que faz suas necessidades ali),
    - compro apenas os produtos básicos. Detergente para louça, sabão em pó para as roupas, sabão de côco para peças mais delicadas, álcool, vinagre. E, vergonhosamente, 1 litro de alvejante todos os meses... Alvejante, ou cândida, é um produto à base de cloro, que serve para limpezas difíceis, tirar manchas das roupas, etc. Acredito que seja o que aí em Portugal chamam de lixívia.

    ResponderEliminar
  12. ola! ja agora, pergunto: no detergente em que faz partes iguais de vinagre e água... tem que ser água destilada? se for água da torneira, quanto tempo aguenta antes de começar a ficar com "cheiros" de água saturada? quanto tempo pode a mistura ficar guardada?
    Ou posso simplesmente usra água destilada?
    Quanto a sanita, e se usar o WC Pato Ecologico? Pelo menos é ecologico e limpa na mesma :)
    Quanto ao sal, o meu trem de cozinha tenho ideia de dizer que nao se pode usar o sal para esfregar (é assim), notou alguma coisa nas panelas? Ou ficaram bem?
    Obgda!
    CR

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu uso água da torneira. Nunca ficou com cheiros nenhuns, além do cheiro do vinagre...
      Eu não uso o sal para esfregar. Deixo o sal com um bocado de água e no dia a seguir já está tudo solto. Depois é só lavar normalmente com o detergente da louça.

      Eliminar
  13. Acho que fazer limpezas com o vinagre é complicado para mim...detesto o cheiro e tenho a sensação que não ficou limpo! :(

    ResponderEliminar
  14. Olá, Rita. Fiz os detergentes multiusos com vinagre mais concentrado e mais diluído, usei óleo essencial de pinheiro e de alfazema para aromatizar, e limpam muito bem. Duas amigas minhas também já fizeram e estamos todas muito satisfeitas, além de que temos vontade de limpar mais vezes a casa, o que é uma vantagem que supera a ecologia.
    Tenho uma dúvida quanto ao bicarbonato de sódio: como usas? Pelo que sei, ele vende-se em pó. Usas diluído em algum líquido? Deitas o pó directamente nas superfícies?
    Beijinhos e obrigada pelos conselhos e por estas explicações tão interessantes

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá,

      deito o pó directamente nas superfícies...

      Eliminar
  15. Olá Rita. Confesso que de minimalista tenho muito pouco, até porque o meu marido aproveita tudo porque lhe pode dar jeito. Quanto a mim, já comecei a destralhar a pouco e pouco. De cada vez que faço as chamadas limpezas "grandes" aproveito para dar as coisas que já não uso. Vai a pouco e pouco.

    Limpeza: sou um bocado maníaca sem o ser, ou seja, quero ter sempre a casa impecável mas como trabalho por turnos isso nem sempre me é possível. Uma coisa que me inspira e que comigo funciona é seguir as rotinas de outras pessoas. Já experimentei os 15 minutos por dia mas parece-me que nunca tenho a casa limpa. Gosto, adoro mesmo, o cheiro da casa TODA limpa. Podias, um destes dias, partilhar connosco a tua rotina num dia de limpezas.

    Sabes, eu quando era mais jovem e a minha mãe me deixava tarefas para fazer em casa eu escrevia num papel algo do género: 9-10h passar a ferro, 10-10h30 ver televisão, 10h30 12h preparar o almoço. Era assim que eu me organizava e acho que ainda hoje funciono um pouco assim... é triste mas é verdade! Se explicasses mais ao pormenor como é a tua ortina em dia de impezas certamente que eu me iria organizar melhor.

    Beijinhos e obrigada pelo teu blog fantástico!

    ResponderEliminar
  16. Olá boa noite, bicarbonato de sódio é a mesma coisa que bicarbonato de soda? Já pesquisei mas a minha dúvida persiste...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Penso que sim, soda vem de sódio. A fórmula é NaHCO3.

      Eliminar
  17. Olá Rita, encontrei na drogaria carbonato de soda, será o mesmo que carbonato de sódio?
    Sofia.

    ResponderEliminar
  18. Rita experimentei a receita para o chão e achei fantástico! O chão fica mesmo limpinho, como novo, nem uma marca da esfregona. O efeito é uniforme e o cheiro nem é tanto quanto podia parecer (imaginando vinagre puro...nada a ver!). Postei algumas fotos, bem como o link para o teu blog aqui http://musicacomcafe.blogspot.pt/2013/04/limpeza-com-vinagre.html

    Fico muito contente por ver o teu blog a expandir-se para mais assuntos relacionados com este estilo de vida que vive o essencial. A rubrica com fotos do instagram, o desenvolvimento de mais receitas "verdes" e algumas dicas de meditação são sem dúvida momentos lindos no teu blog!

    ResponderEliminar
  19. Olá Rita,
    A minha jornada de redução de produtos industriais na limpeza da casa já tem mais de 1 ano e, depois de encontrar as tuas receitas (que tenho introduzido aos poucos), tenho conseguido ser consistente e este caminho já não tem retorno. Nice! Esta semana experimentei o bicarbonato de sódio + vinagre para limpar as sanitas. Impecábél (como se diz cá em cima)! No entanto, se me permites, seria útil avisar os leitores que a reacção liberta CO2. De resto, o vinagre está aprovadíssimo com a sua actuação 2 em 1: neutraliza todos os odores que quero eliminar (cá em casa os ambientadores não entram, apenas incenso) e actua inclusivamente como repelente de insectos rastejantes. Aquela mistura de água destilada + vinagre + álcool também tem muito bons resultados. O próximo passo é experimentar a receita para o detergente da roupa. Obrigada e bjinhos :)

    ResponderEliminar
  20. Olá!

    A minha questão não tem a ver com eficácia/eco friendly/minimalismo, mas sim com custos: tanto vinagre compensa a compra de produtos?

    ResponderEliminar

Obrigada pelo comentário!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...